Aos 81 anos, arquiteto conquista Red Dot Award 2019 e lança edição com ensaio fotográfico sobre sua obra

Vencedora da categoria máxima de um dos prêmios de maior prestígio mundial no campo do design, o alemão Red Dot Award, a coleção de cubas desenhada por Ruy Ohtake para a Roca foi consagrada pelo júri como best of the best, com a entrega marcada para julho em Essen, na Alemanha. As peças constam no livro Ruy Ohtake: o design da forma, coedição da Editora Olhares com o Instituto Tomie Ohtake, a ser lançado na terça-feira (26 de março, às 19 horas) na sede do instituto, mesmo local onde está em cartaz a exposição homônima (até 14 de abril). Ambos repassam a trajetória de Ruy, um dos mais renomados arquitetos brasileiros, como designer de móveis.

Ele iniciou sua carreira nos anos 1960, no contexto do brutalismo da Escola Paulista, e desde seus primeiros projetos, nota-se a preocupação de estender o controle sobre os modos de habitar ao desenho do mobiliário, com o uso predominante de estruturas fixas de concreto. Tempos depois, sua obra passou a ser fortemente marcada pelas curvas e pelas cores, com a aplicação muito livre do traço e das composições visuais, estendendo essas características para as peças que complementam os projetos.

O arquiteto idealizou também séries autônomas, marcadas pela experimentação dos limites de materiais como o aço, o MDF e o vidro. O livro reúne textos dos curadores da exposição, Fabio Magalhães, Marili Brandão e Priscyla Gomes, e ensaio fotográfico de Ruy Teixeira. “A relação objeto/espaço está interligada no trabalho dele, os objetos extravasam a si mesmos para serem compreendidos, de modo formal e conceitual, associados ao espaço”, afirma Fabio Magalhães.

Fotos: Ruy Teixeira e Divulgação