Teo Vilela, dono da loja Teo, contou com a expertise do arquiteto Gustavo Calazans para transformar seu imóvel de 180 m² num espaço personalizado

O prédio dos anos 1960 não tinha assinatura nem charme especial, mas ficava a poucos metros da loja de móveis e acessórios de design brasileiro moderno, de propriedade do paulista Teo Vilela e de sua irmã, Lis. O imóvel, no entanto, era amplo: 180 m² com grande potencial de reforma, o que motivou a compra pelo empresário. Depois de viver algum tempo ali, Teo encarou a reformulação dos ambientes, comandada pelo arquiteto e amigo Gustavo Calazans. No quebra-quebra, restou apenas uma parede da planta original.