A coleção 2019, apresentada no histórico prédio Sé, no centro de São Paulo, teve os móveis de Giorgio Bonaguro como grande destaque

Giorgio Bonaguro diante da mesa da coleção Dessau, exposta no Prédio Sé, em São Paulo, durante o lançamento dos móveis da América.

Estudante de engenharia mecânica em Modena, na Itália, Giorgio Bonaguro completou sua formação com mestrado em design industrial e de interiores na Escola Politécnica de Design, em Milão. Colaborador de diversas empresas de mobiliário, objetos, luminárias e embalagens, o profissional tem se dividido entre Itália e Brasil, país onde assinou uma extensa coleção para a fábrica mineira de mobília América. “Eles me pediram para desenhar diferentes tipos de peças e, como eu queria continuar a parceria iniciada tempos atrás, desenvolvi várias delas”, contou ele, que retorna neste fim de semana a Milão, depois de ter passado por São Paulo, Minas e Rio de Janeiro. Abaixo, Giorgio comenta cada uma das linhas.

“A Dessau é uma linha focada no aço e se inspira na arquitetura da sede da Bauhaus, que este ano completa cem anos. Usa tubo de aço e chapa perfurada, que a América introduziu em seu portfólio pela primeira vez. Tem aparador, bufê, estante, bar, mesa de jantar, de centro e laterais. Quero desenvolver uma linha completa para arrumar a casa toda.”

“A Catwalk se baseia nas formas irregulares das mesas de Joaquim Tenreiro e também nas das passarelas dos desfiles. Tem um estilo mais fashion.”

“A Minimal traz referências dos mestres italianos com pernas que não chegam até o tampo e parecem flutuar, dando mais leveza ao estilo minimalista.”

“A Liv é uma poltrona muito particular, inspirada nas peças do Villa Nova Artigas e até nas do Zanine Caldas, que eram feitas de madeira com assentos de couro. Virou um estofado muito simples, de linhas minimalista.”

“A mesa JK mantém o diálogo com a mesa Springboard, peça escultural e com balanço que desenhei para a América anos atrás. A JK tem também um único ponto de apoio no tampo, parece instável, mas, na verdade, é muito firme.”

“O sistema de sofá Osaka remete ao design minimalista japonês. Ele é modular e pode ser composto para três ou dois assentos, pode ser namoradeira, chaise ou apenas pufe. Tem a vantagem de se adaptar a qualquer ambiente devido sua versatilidade de configuração e conta com duas alturas de assento: 37 cm para uma versão mais europeia e 40 cm para os padrões do mercado brasileiro.”