A capital francesa foi palco da Maison&Objet, de 17 a 21 de janeiro

Fotos: Reprodução/Instagram.

Além de uma seleção de produtos lançados no evento de design e decoração parisiense, que comemora 25 anos em 2020, destacamos a abertura da La Manufacture, marca de lifestyle sob o comando de criação do italiano Luca Nichetto. A convite dele, estrelas como Nendo e Sebastian Herkner desenharam para a nova empresa, cuja loja foi inaugurada no elegante Opéra, distrito de Paris.

Fotos: Reprodução/Instagram.

Combinar moda, mobiliário e acessórios para a casa é a proposta da recém-lançada La Manufacture. Sob a direção criativa do designer Luca Nichetto, a marca quer combinar o estilo francês e o artesanato italiano quando criar produtos atemporais.

O setor de moda está a cargo de Milena Laquale, que trabalhou como fashion designer na Fendi e na Karl Lagerfeld. Roupas e acessórios têm área exclusiva, mas também estão pontuados pela loja, que exibe o logotipo da marca em todo o espaço.

A coleção de móveis inaugural reúne itens como o sofá (laranja) de Luca Nichetto, o sofá Stack (vermelho), de almofadas empilhadas, assinado pelo Nendo, e a mesa de centro e a poltrona de espaldar alto de Todd Bracher. Também fazem parte do time: Patrick Norguet (mesa lateral com pedra),  Sebastian Herkner (biombo), entre outros.

Fotos: Reprodução/Instagram.

Trame fez sua estreia na Maison&Objet com a coleção “A Voyages to Meknes”, baseada na história fictícia da filha de Luís XIV se casando com o sultão do Marrocos. A marca produzirá linhas de cerâmica e tapetes, feitas por designers em colaboração com artesãos do Mediterrâneo. A primeira coleção traz trabalhos da italiana Maddalena Casadei, da suíça Julie Richoz e da francesa Maria Jeglinska.

A história de Madame de Blois e o sultão foi um catalisador para explorar a região de Meknes, no Marrocos, e sua cultura. Cada nova coleção conectará dois países de lados distintos do Mar Mediterrâneo por meio de uma história. O Studio Vedet, de Milão, foi escolhido para a direção de arte, e a coleção viajará para o Salão do Móvel em abril.

Fotos: Reprodução/Instagram.

O artesanato de raiz colombiano é a tônica da Ames Design, marca de móveis, tapetes e acessórios de design contemporâneo que se preocupa em preservar técnicas ancestrais. O alemão Sebastian Herkner desenhou a série de poltronas e cadeiras tramadas Cielo e a francesa Pauline Deltour trouxe nova cor para o banco Mecato, de estrutura de aço pintado, e a ideia para o modelo Cana, com assento tramado manualmente em fibra de palma. O holandês Mae Engelgeer criou uma série de tapetes de diferentes materiais e cores, confecionados por artesãos do país sul-americano.

Fotos: Reprodução/Instagram.

O sofá Asmara, desenhado pelo francês Bernard Govin para a Ligne Roset nos anos 1960, voltou à cena. Curvilíneo e com estética futurista, o móvel é composto de cinco módulos que podem ser organizados de diferentes maneiras conforme o gosto do usuário. O lançamento celebra o 160º aniversário da empresa francesa.

Fotos: Reprodução/Instagram.

Feitas em parceria com o holandês Marcel Wanders, as luminárias etéreas da Lladró parecem uma flor ao vento. As pétalas de porcelana, pontilhadas com tinta dourada, brincam com jogo de luz e sombra.

Fotos: Reprodução/Instagram.

A nova coleção da Missoni Home é inspirada nas luzes do amanhecer e do anoitecer. Os tecidos texturizados têm cores cailedoscópicas e tons suaves. A coleção inclui sofás, poltronas, almofadas e tapetes.

Fotos: Reprodução/Instagram.

A irreverência da italiana Seletti se estende a suas estampas e luminárias em formato de animais. Dessa vez, o camaleão deu o ar da graça junto de um robô, criações do italiano Marcantonio Raimondi Malerba, que ilustrou um dos estandes mais instagramáveis da feira.

Fotos: Reprodução/Instagram.

Já a Bosa Cerâmica, de Veneza, apresentou este fofo pinguim criado por Vittorio Gennari, além de um panda de nome Bernardo, desenho de Elena Salmistraro. Ambos para reforçar o compromisso da marca com o meio ambiente e as espécies em risco. O WWF apoiou a ideia.