O francês Franklin Azzi recebe o título da feira parisiense, que decidirá em 12 de junho se mantém sua edição de setembro

Escolhido para ser o “Designer do Ano” pela Maison&Objet – feira de decoração que acontece tradicionalmente em janeiro e setembro, em Paris –, Franklin Azzi se destaca pelos projetos de arquitetura e design que levam em consideração o ecossistema em que estão inseridos. A recuperação de edifícios faz a fama de seu escritório. Um exemplo é a Torre Montparnasse, que, com propostas sustentáveis, rejuvenescerá para os Jogos Olímpicos de 2024 na capital francesa. Outro projeto em andamento é a cobertura da Galeria Lafayette. Para Azzi, compreender o existente é essencial para melhor transformá-lo e revelá-lo em todo seu potencial. Durante entrevista coletiva ontem (14) pela web, ele mostrou alguns de seus projetos e comentou o momento atual.

“Por que construir mais prédios?” questiona Franklin Azzi. “Eu entendo que o melhor é renová-los, poupando materiais, transporte e energia.” O retrofit da Torre Montparnasse se insere perfeitamente nesse cenário. Com mais dois escritórios de arquitetura parisienses, Azzi venceu a competição internacional para a reforma verde do segundo edifício mais alto de Paris, calculada em 300 milhões de euros. O redesenho enfatiza o plano horizontal, pondo fim ao foco vertical da torre que a deixou isolada. Em 1973, quando o edifício foi concluído, seu estilo e altura foram recebidos com tanta oposição que provocou uma proibição de arranha-céus por 42 anos na cidade.

Já para a Maison&Objet de setembro, no centro de exposições Villepine, Azzi criou uma instalação cenográfica na qual apresentará vários espaços de trabalho ao longo dos anos, alguns deles baseados em filmes de cinema. A feira está prevista para acontecer de 4 a 8 de setembro, mas, segundo o gerente geral, Philippe Brocart, a decisão final dependerá das condições de viagens internacionais e da autorização do governo para reunir mais de 5 mil pessoas num mesmo local – atualmente proibida até 31 de agosto. Abaixo, veja mais projetos do arquiteto Franklin Azzi que serão executados em Paris e também dois de seus móveis desenhados para a Vitra.

Símbolo emblemático das lojas de departamento, a Galeria Lafayette ganhará uma nova cobertura. O terraço de 1,7 mil m² terá café e bar e área de descanso para contemplar a vista deslumbrante da capital francesa.

Vencedor do concurso internacional para a reabilitação de um complexo de 12 mil m² na Avenida Champs Elysées, o projeto de Azzi prevê um centro misto de múltiplos usos: lojas, mercado e escritórios, que revitalizarão o endereço icônico.

Arquiteto e designer de interiores, com equipe multidisciplinar composta de 60 pessoas, Azzi também projeta mobiliário no escritório localizado no centro da capital francesa.