Somando 86 prêmios nacionais e internacionais, o paulistano também se impôs o desafio de projetar móveis

Fernando Prado calcula ter desenhado mais de 60 famílias de luminárias. Começou como estagiário na Lumini, indústria paulista de iluminação, para se tornar diretor criativo da marca em 2010. Entre seus projetos mais famosos, está o pendente Bossa, que permite a interatividade do usuário ao definir a luz: direta ou indireta. Interatividade, aliás, é uma característica marcante em seus projetos. Há dois anos, Fernando levou esse conceito e toda sua expertise para o mercado de móveis, produzindo de sofá a fruteira para a marca Dpot. Nesta entrevista, ele fala de suas criações e antecipa novidades: como o pendente u.f.o, a ser lançado durante a Casa Cor São Paulo, e a cadeira Josefina, ainda em desenvolvimento.

Leia também