Elegemos três ambientes que combinam divinamente a paisagem marítima com os interiores na mostra capixaba

A vista privilegiada do mar serviu de inspiração para muitos dos arquitetos e designers de interiores da Casa Cor Espírito Santo 2019, sediada até 17 de novembro no Clube Ítalo Brasileiro, na Ilha do Boi, em Vitória. Grandes panos de vidro, madeira e outros materiais naturais foram alguns dos recursos utilizados nos projetos que elencamos a seguir.

Fotos: Felipe Araújo. 

Vitor Cipriano e Claudete Lovati assinam o Studio Praiano, um espaço com 130 m² que inclui estar, espaço gourmet e suíte. O living é envolto por uma treliça de madeira e incorpora troncos de coqueiros já existentes no terreno em sua ambientação. A atmosfera praiana é evidenciada pelos materiais escolhidos pelos arquitetos: fibras, palhinha e pedras aparentes. Note que madeira de demolição fossilizada pelo artesão Rusimar Brunal serve agora de tampo para a mesa de jantar.

Fotos: Felipe Araújo. 

O veterano Sérgio Palmeira apresenta a Casa da Ilha, um ambiente inteiramente voltado para o mar inspirado nas mansões das ilhas do Frade e do Boi. Revestido de MDF cinza, o espaço de 300 m² agrega quarto, sala, área gourmet, banheiro e área externa. O design brasileiro está representado nos móveis de Jader Almeida e Ronald Sasson. Já as obras de arte são de Marcelo Kavalev, Sônia Neno Barreto e Patrícia Palmeira.

Fotos: Felipe Araújo. 

Um espaço para se conectar consigo mesmo e com os próximos. Foi isso que a arquiteta Cyane Zoboli idealizou para o Lounge Sunset em sua quinta participação na mostra capixaba. O projeto construído com madeira e vidro promove harmoniosamente a integração do interno com o externo em 130 m². Nos revestimentos, granito e ardósia.