Diversas marcas apresentaram suas novas coleções em São Paulo

Passado o carnaval, as empresas de decoração se concentram em lançar seus produtos, revelando tendências e novos usos na casa. Reunimos as coleções de sete empresas, todas referências no mercado nacional. As linhas alternam praticidade com sofisticação. Na foto acima, a mesa Eclipse, assinada por Patricia Anastassiadis para a Artefacto.

Itens

Divulgação.

A coleção Lamparina foi criada para atender clientes carentes de luminárias de estilo mais clássico. “Começamos a perceber a necessidade de termos não só peças contemporâneas autorais, mas também abajures e arandelas que satisfizessem os profissionais que vinham a nossa loja em busca de peças de murano”, conta Mariana Amaral, diretora criativa da marca. A demanda fez com que ela começasse a rascunhar, junto da equipe, alguns modelos no papel. Com base de metal (latão, cobre ou aço prateado), os quatro modelos de abajur têm esferas de vidro translúcido e soprado, produzidas artesanalmente por Elvira Schwartz em seu ateliê no Pacaembu, em São Paulo. “A Itens, desde que foi fundada, se pauta em design brasileiro, por isso convidamos a Elvira, uma artista renomada, para se unir a nós nessa empreitada”, afirma Mariana. Há três tamanhos de esferas translúcidas: 15, 25 e 35 cm, compondo alturas de 1 a 1,2 m. Com nomes de Henriqueta, Maria Rosa, Essi e Izabel, os modelos homenageiam as bisavós de Mariana. “Quis retratar minhas raízes, o interior caipira do Brasil. Meu avô sempre lembrava dos causos contados na sua infância no Ceará à luz de lamparina”, diz. A pesquisa de Mariana também se baseou nos clássicos da literatura brasileira que mencionam esse tipo de iluminação. Pergaminho e linho revestem as cúpulas, tanto nos abajures como nas três arandelas disponíveis.

Artefacto

Divulgação.

Patricia Anastassiadis assina a terceira coleção da marca, mostrando mais maturidade e poesia no desenho. Para essa edição, a arquiteta manteve o conceito de criar móveis atemporais, inspirando-se em diversos cenários. A cultura japonesa é uma forte referência, traduzida nas formas simples e elegante da mobília, como no sofá modular Geta, que remete aos tamancos usados naquele país. Com trilhos, os assentos e a mesa de apoio deslizam sobre a base que parece flutuar.  Na linha Arp, com chaise de formas sinuosas, Patricia homenageia Jean Arp, artista do movimento abstracionista alemão do início do século 20. A coleção contempla ainda biombos e mesas de centro, lateral e jantar, como a Eclipse, com pés de madeira de diferentes formatos e acabamentos. Todos os itens estão expostos no térreo do showroom da rua Haddock Lobo, nos Jardins, em São Paulo.

Tidelli

Divulgação.

Especializada em móveis outdoor, a empresa, com fábrica na Bahia, apresentou, na semana passada, em seu showroom em Pinheiros, a nova linha Textures, com tecidos da Sunbrella, famosos por serem resistentes a raios UV, desbotamento, mofo e bolor. Duas das estampas foram desenvolvidas com exclusividade para eles: uma tribal e outra com pequenos triângulos coloridos.

Saccaro

Divulgação.

A coleção indoor da Saccaro investe nas formas orgânicas e propõe o retorno ao sensorial. Materiais sustentáveis, como a malha tecnológica feita de garrafas PET, são empregados pela primeira vez pela empresa. O desenho é assinado pela equipe do Studio Saccaro: a linha Bubble, composta de módulos de sofás, poltronas, pufes e chaises, tem inspiração nas bolhas de sabão. As mesas Íris dispõem de tampos de vidro, fabricados com a técnica milenar empregada em Murano; já as Mandala, de centro e lateral, combinam pedra, madeira e metal. Há ainda peças assinadas pelo designer Bruno Faucz: poltrona e pufe Wide, disponíveis em camurça, couro e tecido.

Olho Móveis Autorais

Divulgação.

Na coleção Espírito da Época, a arquiteta Isabelle De Mari faz uma reflexão sobre seu trabalho: reavalia técnicas usadas atualmente e retoma técnicas tradicionais com menos desperdício e impacto na natureza; emprega tecidos menos poluentes e técnicas de tingimento botânico. Aparas de marmoraria e marcenaria são ressignificadas para criar produtos. Seu olhar voltado para o natural, para as formas arredondadas, tão aconchegantes, compõe uma linha de muita personalidade, na qual sobressaem a elegância do traço e a sofisticação da manufatura.

La lampe

Divulgação.

De casa nova, agora na Vila Madalena, a La Lampe lançou três novas peças assinadas. O Abajur Pop, de Pedro Useche, tem base de freijó e haste de latão (57 cm de altura). De Marcio Neri, são as arandelas Pietra, com base de granilite, e o lustre Grade, composto por tubos de latão entrelaçados e doze globos de vidro soprado, podendo se movimentar em diversos ângulos e inclinações.

Entreposto

Divulgação.

A África inspira a coleção Savana da marca de tecidos e objetos para a casa. Texturas, estampas e sobreposições formam um rico conjunto de tons terrosos e traço geométrico. A diversidade de modelos é grande, com opções para revestir estofados e paredes da sala, assim como os dos quartos. As fotos acima foram feitas no showroom da empresa, que também mostra nos ambientes as referências da arte têxtil Kuba, uma etnia no Congo.